Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

100 Guilty Pleasures

Todos temos um. Para cada dia da semana.

100 Guilty Pleasures

Todos temos um. Para cada dia da semana.

Guilty Pleasure nº18: Teresa Guilherme

por Zé, em 15.07.13

 

Cada país à face da Terra tem o seu grupo de apresentadores televisivos que provocam reacções extremas: ou se adora ou se odeia profundamente. Em Portugal, tal grupo é constituído por 4 pessoas: Manuel Luís Goucha, Júlia Pinheiro, Cristina Ferreira e... Teresa Guilherme.

Teresa Guilherme é a rainha dos reality-shows. Façam uma lista de todos os programas desse género já transmitidos em Portugal, e em 90% deles aparece a Teresinha como apresentadora. A autêntica queen da televisão-lixo - mas em bom.

 

Ainda me lembro da Teresa Guilherme nos tempos da SIC, em plena década de 90, quando ela fazia programas verdadeiramente para toda a família. Alguém se recorda do "Não se esqueça da escova de dentes"? Era uma loucura. Um estúdio cheio com pessoas portadoras de uma escova de dentes, prontas para fazer as figuras mais ridículas em frente a milhões de espectadores para ganhar prémios. Sim, porque naquela altura não havia cá essas merdices do "760 200 200" para ganhar 100 mil euros ligando para linhas de valor acrescentado. A malta ganhava prémios a sério. Viagens a Cancun, o carro da moda, um apartamento para os lados dos Algarves. Nos anos 90 fazer macaquices na televisão privada era o trampolim perfeito para ir passar umas férias a um destino paradisíaco. E tudo patrocinado pela Tia Teresa.

 

Só que depois, veio o Big Brother. E a amiga Teresa passou a dedicar-se ás coscuvilhices com 20 marmanjos fechados dentro de uma casa durante 3 meses. 

 

A partir do Big Brother a minha Teresinha estragou-se. Passou a escrever textos com trocadilhos. Alguns deles nem o maior especialista em trocadilhos conseguiria decifrar. O sexo está sempre metido na conversa. E as piadas porcas. E as referências ao órgão sexual masculino. Conversa preferida de Teresa envolve normalmente movimentações anormais debaixo dos cobertores. Mesmo que nada tenha acontecido, ela arranja maneira de envergonhar os concorrentes em directo, ao ponto de confessarem "sim armámos a barraca" só para a Tia Teresa os largar da mão. 

 

De resto, os Big Brothers e Casa dos Segredos desta vida passam totalmente por ela. A patroa é que arranja as confusões, mete macaquinhos na cabeça dos concorrentes, levanta dúvidas, coloca lenha para o fogo se tornar maior. Se o programa estiver mais morno, Tia Teresa avança com a maquinaria pesada: faz conversas porcas com os participantes e respectivas famílias, manda um pseudo-famoso despir as calças e mostrar as cuecas em directo, pergunta a um casalinho pseudo-romântico "então, já consumaram o acto sexual?".

 

A Tia Teresa é assim: imprevisível. Tanto chora desalmadamente como desata ás gargalhadas, ao ponto de ficar toda vermelha. Mas não é por causa da menopausa. Ela é a rainha dos reality-shows. E o nosso 18ºguilty pleasure, porque não deixa ninguém indiferente.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Favoritos