Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

100 Guilty Pleasures

Todos temos um. Para cada dia da semana.

100 Guilty Pleasures

Todos temos um. Para cada dia da semana.

O bebé real: um guilty pleasure inglês

por Zé, em 22.07.13

 

Quem é que não ficou contente com o nascimento do bebé real inglês? Certamente os republicanos, mas esses não contam para a história. Os britânicos andaram os últimos dias numa azáfama, esperando minuto a minuto pela boa nova: o puto do casal Kate e William veio ao de cima!

 

Nos próximos dias, o Reino Unido abrirá quase tantas garrafas de champanhe como no ano inteiro. Haverá festa em praticamente todos os quarteirões do País. Os paparazzi não irão largar a duquesa e o seu rebento, ainda por cima estando ele no 3ºlugar da linha de sucessão ao trono. Mas... e se tudo isto acontecesse em Portugal? E se o filho do nosso D. Duarte, daqui a uns aninhos, tivesse um moçoilo ou moçoila, para contentamento deste reino entregue às mãos da Troika? O mais certo seria ser ignorado pela maioria das pessoas - afinal de contas, a Monarquia desapareceu no nosso país há 103 anos.

 

Já imaginaram o que seria o nascimento de um bebé real em Portugal? O PCP e o BE fariam de imediato uma moção de censura, contra a utilização de dinheiros públicos na compra de fraldas para o bebé. O Presidente pediria a PS, PSD E CDS um governo de salvação nacional, de forma a substituir o rei enquanto gozasse a merecida licença de paternidade. Á última da hora, o PS recusaria o acordo por não concordar com a marca das fraldas que o menino deveria usar - os Socialistas queriam Dodot, o PSD e CDS preferiam as do Pingo Doce, por serem mais baratas e descartáveis. 

 

Nas ruas, em vez do cântico "Longa vida ao Rei" ouviríamos "Grândola, Vila Morena". A CGTP organizaria uma greve geral contra o nascimento de um puto das classes abastadas, esse fascista opressor das classes proletárias. O Castelo Branco desfilaria com a sua Betty em lingerie, dando vivas ao puto que nasceu. O Goucha e a Cristina Ferreira seriam os cronistas dos acontecimentos em directo para a TVI, esta última berrando mais alto que o miúdo. E o Cavaco, acompanhado pela sua Maria, seriam os baby-sitters da criança.

 

Ás vezes tenho pena de não haver Monarquia em Portugal...

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Favoritos